Como funciona o seguro-fiança?

Jorge Paiva Imóveis

05/04/2022

Alugar um imóvel, há tempos, deixou de ser tão burocrático. E um dos principais pontos que favoreceram essa mudança de cenário foi o seguro-fiança, substituindo a necessidade da figura do fiador ou do caução.

Essa é uma alternativa que tem ganhado cada vez mais a preferência de inquilinos e locadores. Apesar disso, não é raro encontrarmos pessoas com dúvidas sobre o tema. É o seu caso? Então veja as informações que separamos!

O que é e como funciona o seguro-fiança?

O seguro fiança é uma garantia locatícia, trazendo segurança ao dono do imóvel em relação ao recebimento dos valores do aluguel.

Embora a principal cobertura do seguro seja em relação à inadimplência, é possível contratar coberturas adicionais, como: condomínio, IPTU, contas de água, luz e gás, danos ao imóvel, pintura e multa por rescisão.

Antigamente, esses seguros eram contratados por 1 ano (sendo renovado a cada 12 meses). Mas, desde março de 2020 a nova regulação da Superintendência de Seguros Privados passou a exigir que os seguros fossem emitidos pelo prazo total da locação.

Assim, por exemplo, quem tem um contrato de aluguel de 3 anos, precisará de um seguro de período igual.

Funcionamento

O funcionamento desse seguro é semelhante a outras apólices que estamos acostumados. A principal diferença é que, quem contrata o seguro fiança, é o inquilino, mas quem fica como beneficiário é o proprietário do imóvel. Isso significa que, no caso de sinistro (como o não pagamento do aluguel), quem recebe o valor do seguro é o locador.

O inquilino deve adquirir o seguro com uma seguradora especializada. Assim, a seguradora entra na negociação fazendo o papel do fiador (e dispensando a necessidade dele ou do caução ao alugar um imóvel).

Quais as coberturas do seguro-fiança?

As coberturas podem variar, dependendo da opção do seguro. Vamos ver em detalhes?

Básica

A cobertura básica é aquela obrigatória quando você contrata o seguro. Ela , geralmente, cobre a inadimplência em relação ao pagamento do aluguel e de multas moratórias. 

Algumas seguradoras, contudo, podem incluir outros serviços na cobertura básica, como encargos em uma possível ação de despejo e custos dos processos judiciais, além de honorários dos advogados.

Adicionais

As coberturas adicionais são aquelas que você poderá adquirir à parte na apólice, de acordo com a escolha do proprietário. Essas coberturas precisam ser negociadas entre proprietário e inquilino.

Embora, de forma geral, quem pague o seguro seja o inquilino, em casos de coberturas adicionais que protejam ou valorizem o imóvel, pode ser usual que proprietário e inquilino dividam os custos. Tudo dependerá da negociação.

Entre as coberturas adicionais mais comuns estão: pagamento de condomínio, IPTU, contas de água, luz e gás, estragos e danos físicos ao imóvel, pinturas no imóvel (tanto interna quanto externa) e multa por rescisão contratual. 

Quais as vantagens e desvantagens do seguro-fiança?

Para entender se o seguro fiança é ideal no seu caso, a dica é avaliar os prós e contras que a opção oferece, sempre analisando de acordo com a sua realidade.

Vantagens

Existem pontos positivos interessantes ao optar por esse seguro, como:

  • mais agilidade e menor burocracia no processo de aluguel de imóveis;

  • dispensa a necessidade de um fiador ou do caução;

  • cobertura de até mais de 20 meses de aluguel;

  • existem seguradoras que permitem parcelar o valor da apólice;

  • oferece mais segurança para o locador;

  • ampara o pagamento de aluguel e multas;

  • permite coberturas adicionais;

  • em alguns casos, as seguradoras oferecem assistência 24 horas para emergências.

Desvantagens

O principal ponto que você deve considerar é que o seguro fiança adiciona um custo mensal extra ao seu aluguel. Então é preciso garantir que você tenha esse recurso.

Além disso, outros pontos negativos são:

  • não existe reembolso do valor pago à seguradora no final da locação (como acontece com o caução);

  • é preciso comprovar renda;

  • precisa de aprovação da seguradora para contratar o serviço;

  • o custo pode ser mais alto;

  • a renovação do seguro pode ser solicitada antes de acabar o prazo.

Quando vale a pena?

Existem algumas situações em que optar pelo seguro fiança é mais interessante. Por exemplo, se você acabou de se mudar para uma cidade em que não conhece ninguém, é muito complicado encontrar fiador. Nesse caso, o seguro fiança é uma excelente opção.

Também é interessante para quem não dispõe do valor do caução no momento (que, em geral, costuma ser de 3 aluguéis).

Porém, você precisa avaliar se terá condições de arcar com o valor extra mensal e também se consegue comprovar renda. Geralmente, as seguradoras solicitam uma renda de 3 a 4 vezes superior ao valor do aluguel (mas permitem a composição de renda com até 3 moradores do imóvel).

Para os proprietários, essa é uma opção muito vantajosa, já que há mais segurança no recebimento do aluguel em caso de inadimplência (o que nem sempre acontece no caso de fiadores, por exemplo, que pode ser mais burocrático reaver o que o inquilino deve).

No seguro fiança, em caso de inadimplência, o proprietário deve informar à seguradora que fará o pagamento do valor pendente e continuará a pagar os aluguéis até que a condição com o inquilino seja resolvida ou pela carência estipulada em contrato. 

Em paralelo, a seguradora irá tratar da cobrança do valor do aluguel com o inquilino e até da desocupação do imóvel, se for o caso.

Vale a pena salientar que a cobertura começa e termina às 24 horas da data especificada na apólice.

Quanto custa o seguro fiança?

Em geral, o seguro fiança equivale ao valor de 1 aluguel e meio a cada ano. Assim, em um contrato de R$1500, por exemplo, com o valor do seguro somado e diluído ao longo do ano, o inquilino pagaria de aluguel um total de R$1687,50.

Existem vários fatores que podem influenciar no valor do seguro, como o perfil financeiro do inquilino (avaliado pela seguradora por meio de documentação), valor do aluguel, do condomínio e do IPTU e as coberturas.

Dependendo das coberturas, o valor do seguro fiança poderá ser mais alto. Em caso de coberturas adicionais, vale a pena negociar com o proprietário.

Como contratar?

Depois de descobrir como funciona o seguro fiança, você acredita que ele é o melhor para o seu caso? Para isso, o inquilino deverá apresentar à seguradora alguns documentos, como:

  • carteira de trabalho e contracheque dos últimos meses;

  • comprovantes de renda para autônomos (como movimentação bancária ou declaração do IR);

  • comprovante de endereço;

  • RG e CPF.

Essa documentação, contudo, pode variar de seguradora para seguradora, assim como o valor de renda que precisa ser comprovado. Caso vá unir renda com outros moradores, precisará incluir a documentação deles também. 

Agora você já sabe tudo sobre seguro fiança? Encontre as melhores opções de imóveis para alugar em Passos MG!

Veja Também

Dicas
17/10/2019 - 5 bairros mais procurados para alugar imóveis em Passos, MG
Dicas
19/11/2019 - Saiba como usar o FGTS na compra da casa própria
Dicas
21/01/2020 - Como escolher o melhor bairro para morar?
Dicas
28/01/2020 - Como escolher a Imobiliária ideal
Dicas
12/02/2020 - Erros que você deve evitar na hora de comprar um imóvel
Dicas
16/03/2020 - Dicas de planejamento financeiro para comprar imóvel
Dicas
31/03/2020 - Cuidados que você deve ter na negociação direto com o dono
Dicas
22/04/2020 - Dicas para alugar o seu imóvel comercial
Dicas
16/07/2020 - Aluguel x Casa própria: conheça seu perfil e saiba qual o melhor para você
Dicas
24/07/2020 - 4 dicas para casais que vão comprar a casa nova em Passos!
Dicas
19/08/2020 - 5 perguntas que você deve fazer ao corretor antes de comprar um imóvel
Dicas
17/09/2020 - Imobiliária em Passos MG: como encontrar a melhor?
Dicas
08/10/2020 - Academia em casa: como montar uma?
Dicas
25/01/2021 - Móveis Rústicos Passos MG: dicas para mobiliar a sua casa
Dicas
01/02/2021 - Temperatura Passos MG: saiba mais sobre o clima da cidade
Dicas
15/02/2021 - Empregos em Passos MG: quais os pontos fortes da economia?
Dicas
01/03/2021 - Hotel em Passos MG: conheça os 7 mais famosos
Dicas
19/04/2021 - Passos de Minas: conheça 6 pontos turísticos
Dicas
26/04/2021 - Móveis planejados: como escolher para sua casa?
Dicas
28/06/2021 - Como fazer a devolução de imóvel locado antes do prazo?
Dicas
12/07/2021 - Os desafios de morar sozinho
Dicas
16/08/2021 - Isolamento acústico: como aplicar no seu imóvel?
Dicas
23/08/2021 - 5 direitos do locatário em Passos ?MG
Dicas
30/08/2021 - Lei do silêncio: quais são as regras e os deveres?
Dicas
21/09/2021 - Como funciona o consórcio imobiliário Itaú?
Dicas
11/10/2021 - Morar em casa ou apartamento: o que é melhor para as crianças?
Dicas
22/11/2021 - Automação residencial: o que é e quais os benefícios?
Dicas
06/12/2021 - Decoração de Natal: passo a passo para enfeitar a sua casa!
Dicas
10/12/2021 - O que é um residencial?
Dicas
13/12/2021 - 8 dicas de iluminação para sala de estar
Dicas
24/01/2022 - 8 dicas para se preparar e alugar seu imóvel no carnaval
Dicas
15/02/2022 - Quanto do salário pode ser gasto com o aluguel de uma casa?
Dicas
03/03/2022 - O que você precisa saber sobre a rescisão de contrato de aluguel
Imóveis Jorge Paiva
09/11/2020 - 9 imóveis para venda em Passos MG
Imóveis Jorge Paiva
05/04/2021 - 6 casas de campo em Minas Gerais
Imóveis Jorge Paiva
10/05/2021 - Centro de Passos MG: 4 salas comerciais
Imóveis Jorge Paiva
17/05/2021 - Móveis usados em Passos MG: onde comprar?
Imóveis Jorge Paiva
14/06/2021 - 6 casas em condomínio que você precisa conhecer em Passos MG
Imóveis Jorge Paiva
19/07/2021 - Casas para alugar em Passos: conheça o melhor custo-benefício!
Imóveis Jorge Paiva
26/07/2021 - 5 motivos para comprar uma casa em Passos MG
Imóveis Jorge Paiva
13/09/2021 - Sítio no sul de Minas para alugar: como escolher e avaliar?
Imóveis Jorge Paiva
27/06/2021 - 8 apartamentos à venda em Passos MG
Imóveis Jorge Paiva
18/10/2021 - 5 apartamentos para alugar em Passos
Imóveis Jorge Paiva
01/11/2021 - Casa com Piscina em Passos, MG
Imóveis Jorge Paiva
16/11/2021 - 5 chácaras à venda em Passos MG que você precisa conferir
Imóveis Jorge Paiva
19/04/2022 - Apartamentos para estudantes: 8 imóveis perto das faculdades de Passos
Imóveis Jorge Paiva
16/05/2022 - 6 loteamentos em Passos, MG, que você precisa conhecer!
Mercado Imobiliário
04/02/2020 - Benefícios de morar em condomínio
Mercado Imobiliário
27/02/2020 - O que é um consórcio de imóveis?
Mercado Imobiliário
06/03/2020 - Imóvel novo, usado ou na planta: qual é o melhor?
Mercado Imobiliário
28/04/2020 - As atuais oportunidades do mercado imobiliário em Passos
Mercado Imobiliário
10/05/2020 - Imóvel parado, dinheiro perdido
Mercado Imobiliário
08/07/2020 - Caixa vai incluir imposto e custo cartorário em financiamento de imóvel
Mercado Imobiliário
03/08/2020 - Por que fazer uma consultoria imobiliária?
Mercado Imobiliário
25/08/2020 - Mercado imobiliário no Brasil pós-pandemia
Mercado Imobiliário
03/09/2020 - Por que ter uma segunda residência ou casa de férias é um bom negócio imobiliário?
Mercado Imobiliário
10/09/2020 - Casa Verde e Amarela: conheça o novo projeto habitacional do governo
Mercado Imobiliário
30/09/2020 - Investir em imóveis: é seguro em momentos de crise?
Mercado Imobiliário
21/10/2020 - Avaliação de imóveis: o que é e como fazer?
Mercado Imobiliário
23/11/2020 - População de Passos MG: características marcantes sobre a cidade!
Mercado Imobiliário
14/12/2020 - Como funciona o financiamento da Caixa?
Mercado Imobiliário
21/12/2020 - Qual é o melhor banco para financiamento imobiliário?
Mercado Imobiliário
28/12/2020 - Como fazer um contrato de locação de imóvel?
Mercado Imobiliário
11/01/2021 - Qual é o melhor consórcio imobiliário?
Mercado Imobiliário
18/01/2021 - É seguro comprar imóvel com contrato de compra e venda?
Mercado Imobiliário
24/03/2021 - Comprar apartamento em Passos: o que considerar antes de assinar o contrato?
Mercado Imobiliário
29/03/2021 - Site de aluguel de casas: como encontrar casas para alugar?
Mercado Imobiliário
31/05/2021 - Santander financiamento imobiliário: como financiar um imóvel?
Mercado Imobiliário
17/01/2022 - Consórcio ou financiamento: o que é mais vantajoso?
Mercado Imobiliário
10/02/2022 - Quanto custa um apartamento para alugar em Passos MG?
Mercado Imobiliário
28/03/2022 - Consórcio imobiliário: como funciona?
Mercado Imobiliário
09/05/2022 - Imóvel na planta: como funciona?
Mercado Imobiliário
13/06/2022 - Qual a diferença entre registro do imóvel e escritura?
Mercado Imobiliário
20/06/2022 - Quem faz a vistoria imobiliária?
Mercado Imobiliário
28/06/2022 - Como anunciar um imóvel?

Desde que iniciou suas atividades, a Jorge Paiva Imóveis vem trazendo inovações para o mercado imobiliário. Focada na qualidade de atendimento e serviços prestados, possui uma equipe de profissionais treinados e capacitados para um atendimento honesto, eficaz e transparente.

Contato

Telefone 35 3529-3750 35 3524-1980
WhatsApp 35 3529-3750 35 99121-3333 35 99911-3750
Localização Avenida Arlindo Figueiredo, 231
Passos
Localização Av. Avelino Soares de Rezende, 73 -
São João Batista do Glória

Novidades

Cadastre-se e receba primeiro nossas novidades e opotunidades.

Desde que iniciou suas atividades, a Jorge Paiva Imóveis vem trazendo inovações para o mercado imobiliário. Focada na qualidade de atendimento e serviços prestados, possui uma equipe de profissionais treinados e capacitados para um atendimento honesto, eficaz e transparente.

© 2019 Jorge Paiva Imóveis Todos os direitos resevados.